quinta-feira, 30 de abril de 2015

***Pai perdoa-me***


***Pai perdoa-me***
Pai, perdoa-me pelas vezes que sentei ao seu lado, mas não ouvi o que dizias... Pai, perdoa-me pela visita rápida de fim de tarde, antes do jantar de domingo... Pai, perdoa-me pela pouca paciência, quando querias aconselhar-me nos negócios... Pai, perdoa-me por achar que tuas ideais já estavam ultrapassadas... Pai, perdoa-me por ignorar tua experiência de vida... Pai, perdoa-me pela minha falta de tempo para passar contigo... Pai, perdoa-me pelo teu convite que recusei porque ia sair com meus amigos... Pai, perdoa-me pela minha insensibilidade na hora da tua dor... Pai, perdoa-me pelas vezes em que meus filhos não te trataram com o respeito que merecias... Pai, perdoa-me pelo abraço que não te dei, pelo carinho que não te fiz... Pai, perdoa-me por não ter reconhecido em ti o próprio Cristo... Pai, abençoa-me...

Helenna Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário